03agosto2012

Dizem por aí – Jill Mansell

Livro: Dizem por aí…
Autor: Jill Mansell
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Internacional | Romance
ISBN: 9788581630137
Páginas:  432
Lançado: 2012
Classificação:  ♥ ♥ ♥ 

Compre pelo menor preço!

Sinopse:
O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de
suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar
mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em
Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma
empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena
transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em
Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe.
Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas
outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao
lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é
revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem
todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e
seguir seu instinto neste divertido romance moderno.
Ouvi muito falar do livro antes do lançamento e depois li algumas resenhas, confesso que, as resenhas foram fundamentais para aumentar o desejo (já existente) de ler o livro, muitos disseram ter rido, se divertido e envolvido na trama fantástica da autora.
A narração é leve e a história flui facilmente, sem muitas descrições e enrolações, ela prossegue naturalmente e é um livro que, apesar de possuir muitas páginas, pode ser lido rapidamente. Gosto de romance e adoro chick-lit, o livro possui cenas engraçadas, mas não são tantas assim e os personagens principais, como a Tilly que é a protagonista é um tanto “nem doce e nem amarga” pode ser considerada comum, talvez por esse motivo ela não tenha chamado a minha atenção. Ela é pouco descrita fisicamente no livro, ao contrário de Jack Lucas bonitão “playboy” e alvo da mulherada da cidade interiorana, e isso nos leva a questionar o que ele viu nela.
Mas, Jack Lucas, não é tão perfeito assim, ele possui uma má fama, é conhecido por ser mulherengo e ter dormido com todas as mulheres bacanas e bonitas da cidade. Tilly que não pretendia ficar na cidade após o passeio na casa da amiga Erin, afinal ela fora apenas para espairecer, termina por ficar trabalhando para uma família nada convencional de “garota faz-tudo”.
Dizem por aí… Que Jack Lucas já saiu com todas, não fica com nenhuma e compromisso não teve, desde a morte da noiva Rose. Dizem por aí… que ele pode machucar seu coração, ferir seu íntimo e partir qualquer sentimento, ele só a quer por uma noite. E com tantos boatos a respeito do garanhão Tilly nem sabe mais o que pensar, pois seu coração já está abalado e quem sabe apaixonado? Será que tudo o que “Dizem por aí” pode ser verdade?
É uma leitura boa, não posso dizer que teve momentos em que pensei desistir de me deixar ser cativada pela trama, pois houveram. Mas a autora soube equilibrar a simplicidade dos personagens com histórias hilárias e comoventes como a de Estela, ex-mulher de Fergus, namorado de Erin. Apesar de muitos envolvimentos no enredo e da dificuldade de me identificar com os personagens, o livro é uma ótima opção de leitura, só não espere por coisas absurdamente bonitas. Simples e bacana.
Você já leu? Compartilhe nesta resenha sua opinião, ficarei contente em poder compartilhar minhas opiniões com você!

Book Trailer

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Carolina Durães agosto 3, 2012

    Bom dia Thais, tudo bem?
    Ainda não li dizem por aí…. mas li "uma proposta irrecusável" que também é da Jill Mansell. Eu tenho a impressão de que ela tem a leveza nas histórias dela, sempre deixando o livro gostoso de ler, mas não de forma arrebatadora.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

  • Gizeli Regina Meister agosto 3, 2012

    É a primeira resenha que leio do livro.
    Gostei da resenha, parece ser um livro tranquilo pra ler,
    daqueles apenas para relaxar um pouco.

  • Angela Graziela agosto 3, 2012

    Tenho esse livro aqui, mas ainda não tive oportunidade de ler
    E já sei que é bom, pois minha irmã leu e amou,
    Queria até me contar a estoria, mas não deixei 😉

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

  • Danielle CGA Souza agosto 4, 2012

    Eu estou ansiosa para ler, mesmo sabendo que a Tilly é meio sem sal… pelo que tenho lido o Max e o Jack são a parte boa do livro…
    Gostei da ideia do livro, interessante, não é nova, sei, mas não está entre os que costumo ler.

  • leitoracompulsiva agosto 4, 2012

    Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas parece ser o tipo de leitura leve que eu gosto.
    Vou anotar na minha listinha!
    beijos
    Camis – Leitora Compulsiva

  • Nattacha agosto 5, 2012

    Bem nunca tive a chance de ler nada da autora… mas confesso que esse livro não me chamou tanta atenção assim. Seria mais para uma leitura para passar o tempo, pois o enredo não é pretensioso e a forma de narração da escritora não envolve o leitor loucamente! Mas gostaria de saber como vai terminar todo esse romance e sabe se o que "Dizem Por Ai…" é realmente verdade ou não! 😛
    Adorei a sua resenha, pela sinceridade em admitir que por vezes pensou em desistir da leitura!
    Beijos :*

  • Maryhelen Bastos agosto 6, 2012

    Bem adorei o post bem simples e direto, adoro livros chick-lit, então com certeza seria uma boa pedida para uma leitura leve…

  • Jessica Lisboa agosto 7, 2012

    Gostei da resenha, apesar de nunca ter lido nada sobre esta autora o livro parece ser interesente de ler(apesar de parecer que não prende tanto o leitor como em outros livros).

  • Paam agosto 9, 2012

    Amo livros que me fazem entrar na história e viver os personagens! Sem contar nos que fazem rir! Esse livro se parecesse comigo rs'

  • Liliana Lacerda janeiro 14, 2013

    Ah, eu gostei bastante do livro!
    Mas acho que sou muito suspeita pra falar porque sou fã demais de Jill Mansell, Emily Giffin… Amo esse finais felizes, esses caras perfeitos, essa literatura internacional chick-lit fascinante!
    Entendo o que quis dizer com relação ao que achou de Tilly, ela não é carismática e parece que a autora se prende à descrição do que ela pensa, ignorando o que ela é por algum motivo sórdido. HAHAHA
    Mas o Jack Lucas cura tudo, não? HAHUAHUA