17novembro2011

Te amo, Te odeio, Sinto tua falta – Elizabeth Scott

Livro: Te amo, Te odeio, Sinto tua falta
Autor: Elizabeth Scott
Editora: Underworld
Categoria: Literatura Internacional / Romance / YA / Drama
ISBN: 9788564025127
Páginas: 180
Lançamento: 2011
Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Sinopse: Já se passaram 75 dias. Amy está cansada do interesse súbito que seus pais tomaram nela. E ela está realmente cansada das pessoas perguntando por Julia. Julia se foi, e ela não quer falar sobre isso. Eles não entenderiam, de qualquer maneira. Eles não entenderiam como é ter sua melhor amiga arrancada de você. Eles não entenderiam como é saber que foi sua culpa. O terapeuta de Amy acha que ajudaria se ela escrevesse um diário. Ao invés disso, Amy começa a escrever cartas para Julia. Mas à medida que escreve as cartas, ela começa a perceber que o passado não foi tao perfeito como ela pensava – e que o presente merece uma chance também.

Que livro difícil de ser falado hoje! Nossa, nem sei por onde começar. “Te amo, Te odeio, Sinto tua falta” foi um dos livros mais lindos e mais emocionantes que já li. O livro é tocante, profundo, melancólico e apaixonante.
Amy é uma adolescente que perdeu sua melhor amiga em um trágico acidente de carro e desde então se culpa pela amiga Julia ter morrido e ela continuado viva.
“Tudo bem, não.  É horrível. É claro que não ando mais com as pessoas com quem andávamos. Olhar para elas é o suficiente para me fazer pensar em você e, bem, não consigo suportar. Além do mais… J, eles me evitam. […] E estava lá quando você morreu.
Eu sou a razão para você não estar mais aqui.” (p.33)
Depois do acidente de carro Amy passou um bom tempo em Pinewood, uma espécie de clinica de reabilitação devido ao seu vicio em bebida. Agora, Amy está de volta ao “mundo real”, precisará enfrentar a escola, enfrentar seus pais e ainda precisa continuar vendo Laurie, sua terapeuta.
Na escola os colegas a evitam e ela não faz questão de se aproximar deles. Mas há alguém… alguém diferente, alguém que mexe com seus sentimentos, alguém que a confronta, alguém que mexe com seus sentimentos… há um garoto que parece sentir o mesmo por ela. Mas Amy se recusa a aceitar que está apaixonad,a assim como se recusa a acreditar que alguém queira ser amiga dela, como a a iga de infância, Caro, que resolve se reaproximar quando percebe que Amy precisa de apoio.
Nessa sua volta para casa, Amy terá que lidar com os pais, que até antes do acidente não ligavam a mínima para ela, mas que agora parecem estar sempre querendo saber da sua vida, como foi seu dia, querendo “fazer-de-conta” que eles são uma família perfeita.
Amy está revoltada. Não aceita a morte da amiga, precisa aprender a lidar com esse novo comportamento dos pais, voltar ao convívio escolar, se manter longe da bebida e carregar a culpa pela morte de Julia.
Nas páginas de Elizabeth Scott somos levados a rever conceitos como a morte, a culpa, o amor e a amizade.
Durante toda a narrativa encontramos três momentos diferentes na vida de Amy: os momentos “comuns” do dia-a-dia, os momentos de terapia com a doutora Laurie e os momentos em que ela escreve cartas para a falecida amiga.
Os dias de Amy não são mais contados como conta-se os dias em um calendário, os dias agora são contados através de quantos dias fazem que Julia morreu.

“ 104 dias

Ei, J,
É quarta-feira, mas isso não importa. Meus dias são todos iguais.” (p.47)

Visivelmente Amy está com problemas, e o que acompanhamos durante o livro todo é a evolução que se dará na vida de Amy que encontrará nas cartas que escreve a amiga morta, nas terapias com a doutora Laurie, no amor que vem a tona e no convívio com os pais, uma maneira de se redescobrir.
Esse é um livro de superação, descobertas e mudanças! Um livro que fala de amor, morte e amizade. Mas acima de tudo esse é um livro que conta a história de uma adolescente e que apesar de ser uma ficção não é difícil encontrar traços reais dos adolescentes que convivemos atualmente.

“Não entendo como eles podem ser tão grudados. Não é normal. (Julia achava bonitinho, mas ela era apaixonada pela ideia do amor. No meu dicionário, estar tão apaixonada assim, francamente, é assustador.) (p.12)

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Gabi novembro 17, 2011

    Eu quero muuito ler esse livro! Adorei a resenha!

    Gabi

  • Amanda novembro 17, 2011

    Eu já tinha visto algo falando sobre esse livro, mas a sua resenha é a primeira que eu leio.
    E, só sei de uma coisa: eu preciso dele!
    Parece ser ótimo.

    Beijo

  • Nayá novembro 17, 2011

    O livro é lindo!
    Realmente me fez pensar um bocado. E eu fiquei feliz com o final, muito lindo.
    E Patrick, oooooooh, Patrick! Te quiero para mim! HAHAHAHA *—*

  • Nayá novembro 17, 2011

    P.S.: Uma coisa muito bacana também é que, ao desenrolar da estória, a gente entende a escolha do título. *———-*

  • Alice_ e Josy novembro 17, 2011

    Oi
    Já li esse livro 🙂 é muito emocionante e lindo! Adorei!! Um dos meus preferidos! A Elizabeth Scott é uma das minhas autoras preferidas!


    ♡ … http://malucosdaleitura.blogspot.com/ … ♡

    xoxo

  • 'Ana Priscila novembro 17, 2011

    Não vejo a hora do meu livro chegar tbm, para me ler, amei a resenha Pri.

    Irmandade Literária
    Pri. ♥

  • Máh novembro 17, 2011

    Me apaixonei pelo título! Confesso que não sabia muito sobre o que se tratava a história,mas depois da sua resenha…estou ainda mais apaixonada! – só que agora não só pelo título.
    Nunca li nenhum livro da Editora Underword. Mas já vi que as capas dos livro são incríveis!

    Beijos!

    Máh – Crazy for books.

  • Mey novembro 17, 2011

    Esse historia não é novidade, amigas-acidente-culpa…mas o conjunto da obra: capa, titulo, deixa a gente com vontade de curtir a historia. Amei, deve ser um livro delicioso.

  • Carol novembro 17, 2011

    Estou doida pra ler esse livro e sua resenha me deixou ainda mais curiosa!Visite meu blog:Tonlyexception@blogspot.com

  • Nattacha novembro 18, 2011

    Aii vamos começar pelo começo, que capa ma.ra.vi.lho.sa é essa né *—* gente sempre babo por ela!
    Amei sua resenha Pri, me convenceu, mais do que nunca que tenho que me dar esse livro de natal 😛
    Ele é incrivel, pois há superação da Amy enquanto escreve as cartas para a amiga, o seu mundo mudou completamente, e agora ela se sente rejeitada por todos, mas também esta muito fechada para todos que tentam se aproximar, com certeza esse romance fará a vida dela melhorar, ou pelo menos ajudará a deixar o sentimento de culpa.
    Apaixonei pelo livro! <3
    Beijinhos :*

  • Joicynha novembro 18, 2011

    tá rolando uma suuuper promoção lá no blog,passa lá:

    http://joicy-santos.blogspot.com/

  • Camila Machado novembro 18, 2011

    Nossa, parece ser muito bacana! Não vejo a hora de poder ter essa obra em minhas mãos!

  • Zenilda novembro 18, 2011

    Nossa!!! Isso é, inacreditavel!!! Acabei de conhecê-lo, mas já estou apaixonada!!! Sua resenha foi incrível, falou tudo e não falou nada!!! Somente me fez querer ler e ver com meus próprios olhos todo esse; Amor, ódio e saudade:
    Muito lindo!!! Parabéns….
    Beijusss

  • Suzana Sabino novembro 20, 2011

    Desde que vi esse livro pela primeira vez o título me chamou a atenção.
    Parece ser muito bom e fiquei curiosa para conferir o desenrolar da história.
    Parece bem dramática. Pelo visto, mais um bom livro da Elizabeth Scott. Nunca li nada dela, mas Menina morta-viva é super comentado. Quero ler os dois! ^^
    beijos.

  • Fabiana Araujo novembro 20, 2011

    Ei Pri…

    Nha que linda sua resenha, estou louca pra ler esse livro mas o preço não anda colaborando comigo. Ando tão podrinha #mimimi

    Parabéns epla resenha, é impossivel não querer ler o livro depois de lê-la. voce fala com tanto carinho do livro que a gente fica ainda mais ansiosa.

    Dica super anotadissima querida, beijão

  • Stephanie Munford novembro 20, 2011

    Te amo, Te odeio está na minha listinha de compras há algum tempo mas nunca acho ele aqui em Maceió.
    Amei a resenha! Bjos

  • KaahCullen_ novembro 20, 2011

    adorei essa capa
    adorei a resenha
    mas ainda estou em duvida se devo ler, mts pessoas nao gostaram =/

  • Anne Viana novembro 20, 2011

    esse livro é mt lindo faz um tempão que quero le-lo adorei a historia e a capa!!!

  • Fábrica dos Convites dezembro 8, 2011

    A capa é linda , não vejo a hora de poder ler. Bjs, rose.