26agosto2011

A Jornada: O Livro Dos Bárbaros – Gênesis de Carlos Eduardo do Nascimento


Livro: Jornada: O Livro dos Bárbaros- Gênesis
Autor: Carlos Eduardo do Nascimento

Editora: Bookess
Categoria: Literatura Nacional | Ficção | Aventura
Páginas: 481
Lançamento: 2011

Sinopse:
Lucas é um garoto humilde filho de fazendeiros feudais e vai ver sua vida se transformar repentinamente quando descobre que possui a alma de um ser mágico dentro de si. E isso o faz ser convidado a estudar num ginásio próprio para esses seres habilidosos. Lá ele vai Conhecer suas origens e descobrir que é uma peça fundamental de um plano apocalíptico. Começa a amizade com Jéss, Moly, Fel e Corvim – Vampira, Feiticeira, Dominador e Arqueiro (respectivamente) – adolescentes,como ele, de treze anos. As aulas da escola se passam numa floresta perigosa e assustadora que parece ter vida própria. Após descobrirem um plano de tomada do colégio para a libertação de um temido Bárbaro morto, os cinco se metem numa guerra inacabada contra um temível Elmo (indivíduo com poderes) conhecido como Dárkuda, o qual e o responsável pelo extermínio da sua raça. Para proteger Lucas, que está jurado de morte, seus amigos usam de tudo que aprenderam nas aulas contra os seguidores do vilão. Esse é o primeiro volume da saga A Jornada.

No reino de Alcaia, nas terras mais distantes e pobres, vivia Lucas e seus pais, Joseph e Maria agricultores que cultivavam um milharal e uma horta. No seu 13º aniversário Lucas ganhou presentes curiosos de seu pais e lhe é revelado um grande segredo.
Ele então sai em busca do Ginásio Acadêmico para Mestre dos Deuses, ou como é mais conhecido, o GAMD onde durante um ano aprenderá junto a um professor a desenvolver seus poderes, duelos, poções e domesticação de dragões, além de outros, na Floresta Sombria, que não é conhecida pela sua normalidade.
Lá na academia, os alunos são dividos em Dominadores, Arqueiros, feiticeiros (diferentes de bruxos que são feiticeiros ilegais) e vampiros, mas Lucas não consegue se diferenciar e se encaixar em uma divisão, pois para ele esse “ mundo” era novo, não entendia de magia, e sua única ambição até então era se tornar um dos cavaleiros do rei.
Todo mundo possui o Dom, um poder dado pelos deuses, mas para usá-lo é preciso treino e estudo. Lucas é inexperiente e terá de treinar bastante para se tornar um bom aluno e compensar seu anos desconhecendo tudo. Mas como nem tudo são flores, o menino não está completamente salvo. O Senhor dos Bárbaros, Dárkuda está atrás dele e uma nova guerra pode ser formada.
Cabe a Lucas, com a ajuda de seus amigos descobrir o que está por trás disso e buscar um pouco mais sobre seu passado. Confesso que o livro me lembrou Harry Potter, mas repito só lembrou. Acho que pelo conceito de escola que ensina seres mágicos e outras coisas. Gosto bastante de livros desse estilo, mitologia, magia, seres mágicos… para quem gosta é bastante indicado. Lucas apesar de ser o “herói”, não é nenhum perfeitinho, ao contrário, ele sente medo, erra e se destaca pelos seus poderes, mas nem sempre acerta.
Alguns erros gramaticais e repetições de palavras me incomodaram um pouquinho, mas nada que uma boa revisão não resolva. Gostei muito da capa do livro com essa árvore enorme e as cores, espero em breve o volume 2.
Até sexta que vem pessoal!


Andressa Leite tem dezoito anos e é estudante de Jornalismo. Está estagiando no Viaje na leitura como resenhista semanal. Um de seus autores preferidos é a J.K Rowling. Acompanhe ela no Twitter: (@stonesandmilk).
Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deia agosto 27, 2011

    Oi Andressa

    Gosto da suas resenhas, pensei que era de quinta é de sezta ne?

    Muito legal esse livro..

    Bjs

  • KaahCullen_ agosto 27, 2011

    Gostei da resenha
    parece ser um bom livro
    nao gostei muito da capa