17junho2011

Os Pinguins do Sr. Popper – Richard e Florence Atwater

Livro: Os Pinguins do Sr. Popper
Autor: Richard e Florence Atwater
Editora: Intrínseca
Categoria: Literatura Internacional / Infanto-Juvenil
ISBN: 9788580570571
Páginas: 144
Lançamento: 2011

Compare Preço

A resenha de hoje é de um livro infanto-juvenil, como a leitura era específica para essa idade, li o livro em quatro noites, para meus filhos pequenos, e esta resenha é um pouco sobre o que o livro me fez sentir em relação ao seu todo, e como meus pequenos se sentiram.

Sinopse:
O Sr. Popper, pintor de paredes, tem um sonho: ser um intrépido explorador na Antártica e viver entre seus animais favoritos, os pinguins, ao lado de seu grande herói, o almirante Drake. Ele fica completamente admirado quando o almirante responde a uma de suas cartas e lhe envia uma encomenda com… um pinguim! Um pinguim de verdade! Logo o bichinho ganha uma companheira, e antes que se dê conta o Sr. Popper tem um rinque de patinação no gelo em seu porão e uma dúzia de lindos pinguins vivendo em sua casa. Quase sem dinheiro para alimentar a família e com uma dívida cada vez maior por conta de compras e mais compras de peixe fresco e camarões, o que o criativo Sr. Popper poderia fazer? Treinar seus pinguins e colocar o pé na estrada com um belo espetáculo, é claro! Uma história inesquecível que se tornou o clássico mais querido de várias gerações de leitores, convidando-os a imaginar, sonhar e acreditar que, sim, tudo é possível.

           
              Recebi a prova do livro em primeira mão, e assim que chegou mostrei para meu menino de seis anos, ele disse: Então hoje a estorinha será de pinguin? Notando sua animação percebi que seria interessante ler o livro (um pouco mais longo do que eles estão acostumados), porque será que os pequenos são fascinados por pinguins?
             O Sr. Popper pintava paredes na primavera e em todos os dias, mas wuando chegava o inverno era hora de descansar, ninguém pintava sua casa no inverno e sua esposa a Sra. Popper não queria que ele pintasse mas nada em casa, era o que geralmente ele fazia para passar o longo inverno em casa, mas sua tarefa predileta era ler sobre o pólo sul e o pólo norte, ele pensava consigo: Porque existiam pinguins em um pólo e em outro não? Seriam os ursos polares os responsáveis por isso? Então o Sr.Popper passava suas tardes de inverno lendo livros e mais livros sobre a Antártica, sobre os pinguins e sobre as expedições do capitão Drake. E qual foi sua surpresa receber em sua casa uma presente surpresa dos eu amigo o almirante Drake?
          Mas essa surpresa foi maior ao verificar que continha na enorme caixa refrigerada um belo pinguim, mesmo não sabendo qual seria a reação da Sra. Popper ao ver o animal, ele o adotaria como bichinho de estimação, seus filhos ficariam extasiados, já que a Sra. Popper não os deixavam ter animais em casa. Após toda a admiração de sua esposa e filhos, eles ficam com o animalzinho. E Greta vem para lhe fazer companhia, já que ele parece estar adoecendo pela solidão. Em um mês aparecem dez ovos e agora são doze pinguins do Sr.Popper! Não é fácil alimentar tantos pinguins e para tal surge uma ideia mirabolante, que os pinguins apresentem números em teatros de todo o páis. O que virá depois?

O livro não me trouxe nada incomum, e nem me fascinou tanto, já que achei a leitura extremamente superficial, apesar das palavras elaboradas e do texto narrado com excelência. Mas o que torna esta resenha diferente é que posso falar sobre como é ler um livro assim para nossos pequenos. Meu menino de seis anos amou! Após esses quatro dias ele queria que eu contasse outra vez, já o menorzinho que tem quase dois anos, ora se interessava, ora deixava passar, não é uma idade que eles prestem atenção repetidamente. Mas posso garantir aos leitores do blog que tem filhos que comprem o livro e apreciem esta deliciosa leitura para seus filhos, é reconfortante a alegria que eles sentem ao desbravar o mundo do Sr.Popper e do seus pinguins. Vale a pena! Recomendo muito!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Mariana Gerling junho 17, 2011

    Aiii, que fofo esse livro *-*. Me faz lembrar dos livros que eu lia quando eu era pequeninha, ushhsuhushu. Adorei a resenha!

    Mariana.

  • Evelyn Chen junho 17, 2011

    Que história mais fofinha, eu adotaria adotar um pinguim, mas não ter tantos.
    Não tenho filhos, mas acho que é uma histórinha bem legal pra crianças. Pra adultos pode não mostrar nada de interessante, mas a cabeça dos baixinhos funciona diferente, rs.

  • Amanda e Elidiane junho 17, 2011

    Ohh que bonita a história do Sr.Popper *-*
    Eu gosteii do livro, e ótima resenha!! 😀
    Bjs
    Elidiane'

    Entre Amigas

  • Érika Peixoto junho 17, 2011

    Deve ser uma história bem bonitinha essa! Nunca fui fascinada por pinguins, mas acho que são animais adoraveis.
    Não tenho filhos, mas recomendarei a minha irmã mais nova.

  • Érika Peixoto junho 17, 2011

    Deve ser uma história bem fofinha essa. Nunca fui fascinada por pinguins, mas os acho tão adoraveis!
    Não tenho filhos para ler essa história, mas acho que minha irmã mais nova vai adorar.

    (Deu um pequeno problema quando fui mandar o comentário, tô mandando novamente porque não sei se o outro foi mesmo.)

  • Ana Leticia junho 18, 2011

    Thais eu n sabia q tu tinha filhos..que amooor! Que delicia deve ser compartilhar com eles a leitura.
    Parabens por incentivar isso e fazer os lvros algo presente na vida deles.
    BEijinhos.

  • Aline junho 18, 2011

    De primeira assim, esse livro não tinha chamado muito a minha atenção, mas gostei a forma como vc colocou na resenha. Eu gosto de infanto juvenil, então pode ser que eu acabe lendo sim!

  • *Mi§§ §impatia* junho 18, 2011

    Ah não conhecia esse livro mas achei a história muito interessante para as crianças. E a capa é super fofinha…Ah confesso que até hoje adoro pinguins, não é só coisa de criança viu?Rs
    E parabéns por incentivar a leitura dos seus filhos desde pequenos.
    Beijos e bom fim de semana.

  • Myl@ junho 18, 2011

    Que fofinha essa estória, eu adoro pinguins, tanto que já Happy Feet muitas vezes, eu até gosto de ler livros infanto-juvenis, mas esse me parece ser bem infantil mesmo, não é um livro que eu pense em comprar, mas se um dia de a sorte de esbarrar com ele vou gostar de ler.

  • Nattacha junho 18, 2011

    Ahhhh que amor *—-* na hora que você falo que leu para os pequenos, não pude deixar de pensar no meu irmão, ele tem só 4 anos, mais é desde pequeno que se começa, e tem dias que ele para para ouvir agente contar uma histórinha para ele, são um amorzinho mesmo, e sabe que me questiono também: por que crianças gostam de pinguim?? Assim que puder vou comprar o livro e ver se meu irmão gosta, se não gostar agora, eu leio para mim mesma, para descobrir do que vai dar essa loca história de treinar pinguins e sair por ai se apresentando, e deixo aqui guardadinho para quando meu irmão tiver mais crescidinho… pois livros duram para sempre né *—–*
    Adooorei a resenha é sempre bom ver livros assim, pois aposto que tem muito leitor do blog que tem filhos e gosta de saber dessas novidades também! Parabéns
    Beijos

  • Effy junho 18, 2011

    12 pinguins em uma casa nossa..imagina alimentar todos eles e a bagunça então..
    Bom se ele já quer uma releitura ele deve ter gostado mesmo rs

    O legal da editora é que tem livros pra todos os gostos!

    ^^

  • Thaysa Rocha junho 18, 2011

    Ai que graça.

    Quando eu morava em Saquarema via bastantes pinguins. Teve uma época que eles foram levados pela correnteza para lá. Ficava com pena porque a maioria não sobrevivia ao calor.

    É fácil entender porque crianças os adoram, são meigos, engraçados, e na verdade eles não tem muito contato, então mexer com a imaginação deles deve fazer toda a diferença.

    Pensando em comprar pros meus priminhos!

    *-*

    Beijos :*

  • Hérida Ruyz junho 18, 2011

    Ah! que legal.
    Não é uma leitura p/ mim, claro. Mas vou compra-lo para ler com o meu sobrinho.
    Ele vai amar.
    Bjs

  • Que história fofo, eu tenho que embarcar nessa viagem, eu adorei o Sr. Popper, além disso adoro desenhos animados que tenham como personagens os pinguins, eles sempre faz graças com os rabinhos e agora imagino-me lendo um livro sobre a mesma, deve ser muito engraçado, ainda mais coordenando outros pinguins. Demais.

    Beijos,
    Rafa
    LEITURAS VIVAS

  • Mônica junho 18, 2011

    Olá Taís, que lindo adoro ver relacionamento de mãe e filhos, pois tenho muito saudade dos meu qdo pequenos. Como eu sempre fui viciada em leitura, eu costumava ler para meu filhos, no inicio qdo eles ainda não sabiam ler eu lia as histórias de Monteiro Lobato, depois qdo eles foram crescendo eu fui acompanhando a leitura deles. Ficou um hábito tão grande até eles adultos eu ainda lia com eles, quer dizer lia junto, kkk Hoje qdo dá a gente comenta sobre eles, e é muito bom.
    Continue assim, é um momento tão bom que vai ficar para sempre.
    Beijos e boa leitura

  • Isa Pina junho 19, 2011

    Deve ser mesmo bem fofinha essa história, e engraçada… mas acho que é mais para meus primos, assim, crianças menores como você citou! No entanto, assim que vier o aniversário deles, eu vou dar isso de presente!
    Bjs ;*
    Isa Pina ~ Portal dos Livros

  • Mari Sampaio junho 19, 2011

    Que fofo! Não tenho filhos, mas tenho uma irmãzinha que está começando a descobrir esse novo mundo literário! É tão lindo vê-la com um livrinho na mão!rsrs

    Vou comprar pra ela!

    Beijos!

  • Clarisse Cunha junho 19, 2011

    Quando vi essa capa a primeira coisa que pensei foi em Happy Feet. Foi natural!!!
    É bom né, ver a sensação que os pequeninos sentem com as históorinhas.
    Sem contar que essas histórias são triste… não deviam fazer livros assim para crianças.

    XOXO, da Lisse

  • Jéssica Martínez junho 19, 2011

    Fofo, fofo, fofo!!
    Eu tenho dois filhos, o maior de 2 anos e meio e a pequena de 1 ano. Nenhum dos dois tem paciência para ouvir histórias ainda, das vezes que eu tentei acabei me empolgando com o Mickey, o Pooh e todos esses personagens sozinha enquanto eles iam embora brincar no outro cômodo…
    Mal posso esperar para quando eles estiverem mais velhos e mergulhemos nas aventuras dos livros juntos.

  • leitoracompulsiva junho 21, 2011

    Que bacana sua resenha!!
    É sempre bom ter uma idéia do que a criançada gosta!! Vou anotar a dica para dar de presente!
    beijos
    Camila – Leitora Compulsiva

  • Adriana junho 23, 2011

    Ah Thais, meu pequeno de 6 anos tb, com certeza vai amar esse livro…agora ele já consegue ler (quando o livro é todo em letra de forma maiúscula) e tá se sentindo né! Adoro ler histórinhas pros meus filhos, com certeza é uma dica preciosa de leitura infantil! bjo!

  • V@mpy junho 24, 2011

    Que fofo *_* quem me dera tivessem lido livros assim para mim qndo criança *_*

  • rrpaula julho 25, 2011

    Já tinha visto o livro, mas não sabia de que se tratava a história. Achei muito fofo, e principalmente os pequeninos devem gostar.Mas tambem pode ser uma lição pra alguns grandoes hauhauaha.

  • Ana Paula julho 26, 2011

    Não conhecia o livro, mas com certeza fará sucesso com meu filho, que adora livros "de bicho". E o pinguim é tão fofinho, não tem como não se encantar!

  • Leila julho 26, 2011

    Pôxa, não tenho filhos, mas acho que minhas afilhadas iriam adorar que eu lesse este livro para elas.

  • Danielle Oliveira julho 26, 2011

    Adorei a resenha… acho que eu irei gostar se ler, mas quem vai amar a história é minha prima hahaha ela é fascinada por pinguins *–*

  • ♣Guilherme Franco♣ agosto 13, 2011

    Quando vou ao cinema e vejo o trailer, é demais principalmente a hora do sapateado, pelo trailer percebi que o filme parece que vai fugir um pouco do livro, pois foi escrito não tão se passando atualmente, mas…
    Espero poder ler o livro e sucesso…

    http://www.osimbolista.blogspot.com