30Maio2011

Os Ladrões de Cisne – Elizabeth Kostova

Livro: Os Ladrões de Cisne
Autor: Elizabeth Kostova
Editora: Intrínseca
Categoria: Literatura Internacional / Ficção
ISBN: 9788580570434
Páginas: 536
Lançamento: 02-05-2011
Preço Médio

“Ao atacar uma tela em plena National Gallery of Art, o pintor e professor Robert Oliver é internado em uma instituição psiquiátrica. Lacrado em seu silêncio e obcecado pelos misteriosos olhos negros de uma dama que desenha à exaustão, Oliver se transforma no passaporte que conduz seu psiquiatra – e também pintor -, Andrew Marlow, a investigações pouco convencionais sobre seu passado (…)”

              Robert Oliver retrata com seus pincéis lindos e belíssimos quadros, tendo como base o impressionismo da época retratada no livro, mas um dia é internado em uma instituição psquiátrica por atacar e quase destruir uma obra famosa em uma galeria de arte com uma navalha, ninguém consegue compreender os motivos que levaram o mesmo, um artista, destruir uma obra de arte, não existe explicação. Como não conseguindo dar nenhum tratamento pois Robert mantém-se em silêncio, o psquiatra do hospital o encaminha a Marlow, psquiatra famoso por conseguir fazer até uma pedra falar. Mas Marlow também não obtém de Robert resposta nenhuma, o pintor se mantém calado. Como também é artista nas horas de lazer e amante da arte em geral, o psquiatra enche o quarto de Robert com telas, tintas e pincéis. Se não consegue tirar palavra alguma de Robert, talvez ele possa em retratos e quadros pintar seu estado de espírito. Mas o que ele retrata apenas é uma linda moça em todas as telas, com várias poses, mas o mesmo rosto, uma moça lindíssima de cabelos escuros.
              Marlow sem sucesso, ultrapassa os limites da profissão que é manter-se fora de assuntos e pessoas próximas do paciente e sai em busca de fatos do passado que o possa levar até a mente de Robert e curar o mesmo do seu estado deprimente. Após esse ponto de partida a narração será dividida com a ex-mulher do pintor e sucessivamente com a amante. Ambas sem cabelo escuro e nada parecidas com a mulher retratada por Robert.
            Do paciente temos apenas cartas velhas do ano de 1879 que serão descritas no livro e revelam, Bèatrice de Clerval, uma moça casada com Yves que troca cartas de amor com o tio do marido Olivier. Mas o que estas cartas que Robert guarda com tanto zelo poderá fazer para o psquiatra descobrir sua doença e seu isolamento? Seria um amor platônico, ou uma ilusão baseada em irrealidade?
A autora Elizabeth Kostova escreveu “Os Ladrões de Cisne”  como se tivesse pintado uma obra de arte, os personagens têm sentimentos reais, profundos, e indubitávelmente marcantes, quando li a sinopse pude notar que a leitura seria complexa, o que fez com que eu desejasse ler o livro e conhecer a narrativa da autora, confesso que me surpreendi com tanta descrição minuciosa e artística, que tornaram a narração muito coerente e detalhista, a narração de diversos pontos de vista foi interessante e muito abrangente, gosto de livros que capturam essa parte como um todo, mudando de narrador, podemos compreender quase que o todo de um cenário, é como se enxergássemos tudo e não apenas por uma pessoa e opinião. Alguns trechos narrados foram cansativos, mas compunham a obra, a leitura ainda consegue lá no final nos surpreender e revelar o mistério que cercou toda a leitura. Um livro que como temática além da arte, mostra os valores psicológicos de um ser humano, os mistérios da mente e a complexidade da mesma. Recomendo aos amantes de livros mais complexos e emocionantes!!!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Rodolfo Euflauzino Maio 30, 2011

    Cara Thais, depois de "O historiador" fiquei com o pé atrás em relação à Kostova. Eu esperava muito do livro, fui com muita sede ao pote, mas o livro era arrastado e nada inovador. Fiquei decepcionado. Comentei isso com uma amiga e ela me disse que "Os ladrões de cisne" não tinha nada a ver com "O historiador" e que era espetacular. Achei o adjetivo um tanto quanto exagerado. Porém nunca deixei de ler resenhas a respeito dele. Em todas havia uma comoção, algo que foi me chamando a atenção aos poucos a ponto de me deixar louco pra ler este livro. Nem sei explicar ao certo, mas a verdade é que não vejo a hora de lê-lo. Vlw por mais uma resenha que me abriu os olhos.

  • Bia Carvalho Maio 30, 2011

    Esse livro parece ser bem legal, mas ainda não me despertou aqueeela vontade de ler.
    Quem sabe mais para frente eu não dê uma chance a ele, apesar da sua resenha estar excelente.

    Bjs

  • Naniedias Maio 30, 2011

    Esse livro parece ser muito bom! Sou muito fã de livros policiais o/

  • Dyana Camila Maio 30, 2011

    Adorei a resenha, não conhecia esse livro mas parece ser muito bom, fiquei com bastante vontade de ler para descobrir todo esse mistério.

  • Myl@ Maio 30, 2011

    É o estilo de livro que eu gosto de ler, justamente por ser complexo, me força a tentar entender o que está acontecendo, adoro suspense bem elaborado, pois tens uns que o autor se esforça, mas não consegue.

  • Mariana Ribeiro Maio 30, 2011

    Olá, Thaís!
    Adorei a sua resenha!
    Esse livro parece ser mesmo encantador e emocionante, um clássico digno de sere lido. Espero ter a oportunidade de conferir a hist´ria de Os Ladrões de Cisne algum dia rs.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

  • Eliane Porto Maio 30, 2011

    Nossa, parece interessantíssimo. 🙂 Digo… acho que eu não iria voltar minha atenção ao livro, se simplesmente o visse em uma prateleira… mas a resenha captou minha atenção. É sempre bom saber o que vocês pensam sobre os livros, porque abre mais nossas mentes e nos deixa curiosos para saber mais sobre a história. Gostei bastante. Ótima resenha! 🙂

    @madchenmeroko

  • Dyana Colares Maio 30, 2011

    Essa minusciosidade toda pra escrever os sentimentos e tudo me lembra muito o nosso autor brasileiro José de Alencar. 🙂 Gosto muito! Esse livro parece ser bem interessante, assim como a capa, a qual eu acho muito bonita 😀
    Adorei a resenha ;D

    bjs
    http://www.booksemporium.blogspot.com

  • Mariana Gerling Maio 30, 2011

    O titulo do livro me interresou, mas a sinopse não me deu muita vontade de ler. Acho que não é o meu tipo de leitura, mas a resenha ficou ótima.

  • Ana Leticia Maio 30, 2011

    Parace ser um grande livro e a resenha ficou exceente Thais.
    Estou bem afim de ler livros nesse estilo para sair um pouco da Literatura fantastica em que ando metida…kkkk
    Seria um otimo começo. Adorei.

  • ­Nanda Maio 30, 2011

    Nossa thais *-* que linda resenha! O livro parece ser maravilhoso! Fiquei morrendo de vontade de ler ele agooooora! HUAHUAHUHA

    Beeeijos!

  • Hérida Ruyz Maio 30, 2011

    O livro é a minha cara! Adoro tramas complexas e mais descritivas.
    Parabéns pela resenha.
    Bjs

  • Adriana Maio 30, 2011

    Um livro assim precisa até de muita concentração pra ler né! A história parece maravilhosa e adoro quando tudo é detalhado, e bem descrito! Vou gostar muito de ler esse livro, aliás sua resenha está muito boa! Bjo!

  • Andressa Leite Maio 31, 2011

    Esse é um daqueles tipos de livros que eu demoro um pouco mais para ler, mas que no final sempre me surpreendem, gostei da temática, nunca li algo parecido antes.

  • Nattacha Maio 31, 2011

    É, bem… digamos que livros mais complexos e com bastante explicações não é muito minha area não xD mais o enredo do livro com certeza e chamou muito a anteção. O que levaria um artista a destruir uma obra famosa, em uma galeria de arte tão renomada? Pois geralmente sabem como é né, artista compreende artista, e acha absurdo a destruição de sejá lá qual for, mais se ele destruiu, poe que motivos? E por que tal loucura repentina? Quem é a moça de cabelos escuros que ele pintou em todos os seus quadros? Muitas incognitas que só irão se revelar lendo o livro. I need it!
    Adorei sua resenha Thais, realmente me instigou muito a saber mais do livro com certeza ;D Parabéns! Bijinho:*

  • EricaMarts Maio 31, 2011

    Achei que esse livro ia ser uma coisa mas a resenha me mostrou outra.
    É bom ter algumas surpresas.

    Bye

  • Fernanda Carvalho Maio 31, 2011

    O livro parece ser bom, gostei do título!

  • leitoracompulsiva junho 1, 2011

    Estou louca por esse livro!!
    Já li outro livro da autora e ela escreve muito bem!!
    Beijos
    Camila – Leitora Compulsiva

  • Caline junho 3, 2011

    Desde que eu li a resenha desse livro no blog da Hérida minha curiosidade foi lá no céu. Quando vi esse post vim correndo ler o que voc~e achou sobre o livro e já percebi que vale mesmo a pena ler.

    Xero.

  • KaahCullen_ junho 4, 2011

    parece ser bem legal