12novembro2010

Entrevista com Daniel de Carvalho

Olá Viajantes!
Conhecer um autor é como adentrar um instante no universo dele, entender o porquê de algumas coisas e descobrir outras totalmente novas. Hoje vocês irão conhecer o autor do livro que resenhei aqui no blog “Os Preconceituosos” ! Que tal viajarmos hoje um pouco até o mundo de Daniel de Carvalho?
Thaís- Quando descobriu que seria um escritor?
Daniel- O desejo de escrever foi surgindo aos poucos em minha vida, desde a infância. Algumas vezes, sentia vontade de escrever romances. Entretanto, a vida sempre agitada não me permitia dar vazão a esse desejo.
Durante uma madrugada de 2006, com a vida já menos agitada, eu senti um impulso vindo de meu interior. Pus-me, então, a imaginar uma história. Pela manhã, tratei de desenvolver a sinopse do meu primeiro romance, “ACONTECEU NO SÉCULO VINTE”.
Ao fazê-lo, descobri um mundo novo de prazer e satisfação.
Thaís- Qual seu gênero literário favorito? Você lê muito?
Daniel- Gosto de ficção. A leitura sempre fez parte de minha vida. Meu pai lia muito e isso influenciou meu gosto pela arte. Mas os gêneros das obras que eu li foram diferentes em diferentes fases de minha vida. Durante a infância, mesmo antes de saber ler, minha mãe lia livros de história para mim. Tão logo aprendi a ler, comecei a devorar livros de histórias para crianças, de autores brasileiros e estrangeiros.
Durante o período colegial, me entusiasmei com as aulas de literatura. Foi quando fui levado a ler e interpretar trechos dos clássicos da literatura mundial. Depois, na faculdade e durante toda minha vida profissional, o foco das leituras mudou totalmente para os livros didáticos, técnicos e especializados. Mais recentemente, comecei a voltar para as leituras de entretenimento.

Thaís- Quantos anos você tem, estado civil e onde mora?
Daniel- Tenho 73 anos, sou casado há 50 anos e nasci em São Paulo – SP. Atualmente moro em Piracicaba – SP.
Thaís- Na sua opinião, por que é tão difícil publicar um livro em nosso país?
Daniel- Há muitos escritores consagrados, nacionais e estrangeiros. E há, também, muitos escritores estreantes de ótima qualidade. As editoras recebem textos em grande quantidade. A maioria deles é submetida a Críticas Literárias e nem todos os textos atendem às expectativas das editoras. Mesmo os melhores textos de estreantes têm que concorrer com títulos que foram sucessos no estrangeiro e com autores brasileiros já conhecidos do público.
É muito difícil que uma Editora arrisque publicar uma obra de autor desconhecido. E temos que considerar que, no Brasil, ainda se lê muito pouco, aumentando o risco das editoras em lançar uma obra.
Thaís- Qual foi sua maior inspiração para escrever seus livros? Você tem um escritor(a) favorito?
Daniel- Ao imaginar minhas histórias, o que sempre acontece nas madrugadas, três fontes, existentes em meu subconsciente, afloram em minha mente:
A saudade de minha infância;
O gosto por aventuras;
E o fascínio pelas histórias de pessoas que venceram na vida superando grandes dificuldades.
Todos meus livros têm pelo menos uma pequena porção desses ingredientes.
Entre os escritores que mais gosto, estão:
  • Edgard Rice Burroughs
  • Isaac Asimov
  • Alexandre Dumas (pai)
  • Charles Dickens
  • Sidney Sheldom
  • Machado de Assis
  • Mark Twain
  • Monteiro Lobato

Thaís- Projetos futuros?
Daniel- Recentemente, terminei o romance “VIKING”, que deverá ser publicado ainda em 2010.
O tema principal desta história é a situação do ser humano neste mundo de tantas maravilhas e de tantos horrores. Por que o mesmo homem, que descobre aspectos fascinantes nas ciências e desenvolve tecnologias surpreendentes, não conseguiu até hoje fazer o mesmo em relação à organização social?
Para discutir essas questões, escolhi fazê-lo através de uma leitura amena, ou seja, de uma história romântica ocorrida 200 a.C., e ambientada na fictícia aldeia de Mors, situada na atual Noruega.
Atualmente, estou escrevendo o romance “O DESPERTAR DE UMA CIDADE”. Trata-se de um grande amor entre um jovem brasileiro e uma jovem inglesa, o qual acontece durante a construção da Estação da Luz, em São Paulo, entre o fim do século XIX e o começo do século XX.
Tenho preparadas as sinopses de meus próximos romances: “O MENSAGEIRO” e “TIM ATLAS NA MONTANHA DAS HARPIAS”.
Também tenho planos para duas obras que fogem ao gênero de ficção: “A ADMINISTRAÇÃO DA VIDA” e “COMO ESCREVO MEUS ROMANCES”.
Thaís- No livro “Os preconceituosos” você teve como tema o preconceito em todos os seus aspectos. O que te inspirou a escrever sobre isso?
Daniel- Tomo sempre o cuidado de, ao abordar assuntos polêmicos, como preconceitos, não deixar transparecer minhas opiniões pessoais. Agrada-me dissecar questões complexas, através dos personagens, deixando que os leitores tirem suas próprias conclusões.
Outro assunto abordado em “Os preconceituosos” é o livre-arbítrio versus determinismo. A questão é: somos donos do nosso próprio nariz ou somos marionetes manipuladas pela natureza?
Thaís – Nos fale um pouco de sua trajetória como escritor.
Daniel- Escrevo ficção há pouco tempo. Comecei em 2006 e, desde então, tenho me dedicado a escrever praticamente 24h por dia. Entenda-se que escrever não se resume apenas ao tempo em que se está redigindo, mas também ao tempo dedicado às pesquisas. Como sou muito minucioso, do tempo total para escrever um livro, cerca de 70% eu estou pesquisando.
Até este ano de 2010, já publiquei quatro romances, o quinto será publicado ainda neste ano e no momento estou escrevendo o sexto.
Thaís- Foi um prazer fazer esta entrevista, agradeço sua atenção e disponibilidade. Gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do blog?
Daniel- Sim, Thais. Agradeço a oportunidade de me dirigir aos leitores do seu blog Viaje na Leitura.
Amigos do Viaje na Leitura:
Para mim, escrever ficção é, antes de tudo, um prazer pessoal. Não escrevo com objetivo de ganhar dinheiro. Depois de terminar um livro, minha maior satisfação e saber que alguém o leu. Gosto de saber da opinião das pessoas sobre o que escrevi. Mesmo quando essas opiniões não são favoráveis, elas são úteis para que eu possa melhorar meus próximos trabalhos.
Portanto, se vocês lerem meus livros, por favor, não deixem de comentá-los através do meu site : www.danieldecarvalho.ato.br ou de meu e-mail:  daniel3237@terra.com.br.
Abraços a todos.
Livros Publicados do autor pela Editora Baraúna:
Fazer esta entrevista, foi muito prazeroso, o autor mostrou simpatia, humildade e valor imcompáravel as palavras, percebe-se uma inteligência e entendimento amplo do autor, pude perceber lendo “Os Preconceituosos”, a magnífica forma como o autor escreve. Ele ainda está disposto a interagir com os leitores e saber a sua opinião! Escreva para ele!

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • nanda novembro 12, 2010

    Legal essa entrevista. Não conhecia o autor, não conheço nenhum livro dele, nem li a resenha de vocês aqui, mas achei interessante. 🙂

  • Carla Blackhawk novembro 12, 2010

    Realmente, o que ele falou é verdade sobre o porque é tão difícl publicar livros no Brasil. E muito corajoso em publicar um livro falando sobre preconceitos… Hoje, qualquer opinião ou construção sobre o tema é digno de ser fóbico disso, fóbico daquilo.
    Bjs.

  • juliana novembro 12, 2010

    Tinha lido a resenha que vocês fizeram aqui do livro dele.Acho que preconceito é um tema muito abordado hoje em dia e acho que vale a pena ler pra ver diversos pontos a respeito disso.
    ótima a entrevista 🙂
    Beijos

  • Hérida Ruyz novembro 12, 2010

    Oi!
    Ótima entrevista. O Daniel Carvalho é muito simpatico.
    Bjs

  • Kate novembro 12, 2010
  • Lara novembro 12, 2010

    Não conhecia o autor, mas agora virei fã…ele tem os mesmos gostos que eu e adora os mesmos autores hehe

  • Heloisa Pacheco novembro 13, 2010

    Que legal! Dês do inicio eu tinha adorado a resenha de 'os preconceituosos', como comentei lá. O autor parece-me ser uma simpatia de pessoa e muito inteligênte.
    Parabéns pela entrevista Thais *.*
    Beijinhos
    Ps.: Quero muito adquirir e ler os livros dele.

  • Fabíola Borges novembro 13, 2010

    Adorei a entrevista! Não conhecia ele ainda, mas como a Lara disse, virei fã também hehe Muitos gosto em comum comigo.. Pensa e "cresceu" no mundo literário da mesma forma que eu 😀

  • KaahCullen_ novembro 13, 2010

    Adorei a entreviiista!!!ele parece ser beem simpatico =D

  • Taty Books novembro 13, 2010

    Eu AMO entrevistas!

    Adorei essa, ainda não conhecia ele!

  • Viviane Freitas novembro 14, 2010

    Gostei muito da resenha de Os preconceituosos, qualquer livro que trate sobre este tema seríssimo terá meu apoio. O povo precisa acordar!
    O Daniel mostrou ser um homem muito inteligente, gostei muito das respostas dele. 🙂

    Beijos*

  • delly novembro 14, 2010

    caraca! ele tem 50 anos de casado. Meus pais nem eram nascidos quando ele se casou =O

    Que lindo que ele escreve por amor e não por dinheiro, os melhores livros são esses!

    Beijos flores.

  • Aline novembro 15, 2010

    Oi meninas!
    Já faz algum tempo que estou para comentar pra vocês!
    Quero agradecer a vocês e principalmente ao Daniel pela entrevista. Ficou maravilhosa.

    O Daniel, sempre muito simpático e humilde! O amor que ele tem pelos livros, o faz um de nossos melhores autores! Seus livros são bem estruturados, pesquisados e de fazer emocionar!

    Fico muito feliz de ser sua editora Daniel!

    Beijos
    Aline
    Editora Baraúna

  • Izabella novembro 16, 2010

    Adorei a entrevista! Achei super legal ele se importar com as opniões dos leitores sobre os livros dele. Temos que ler mais aqui no Brasil mesmo, lemos muito pouco.

    Beijos meninas!

  • MoniqueMar novembro 16, 2010

    Ótima entrevista.
    É muito bom conhecer um pouco melhor a personalidade e experiências de um autor.

    Parabéns!