25setembro2010

Rudamon – Demetrio Guimarães

Olá Galera!

Prontos para o post de hoje?
Essa é a pergunta que eu estou me fazendo – kkk.
Bom, hoje vou falar sobre um livro que foi cortesia do autor. Fiquei pensando muito em como falar sobre esse livro, visto que as criticas na blogosfera não tem sido tão favoráveis.
Pensando nisso e na impressão que tive sobre a história é que decidi que vou fazer diferente hoje. Vocês sabem que não costumo soltar sinopse do livro na resenha (sinopse de livro vocês encontram em qualquer lugar), mas no livro de hoje vou mostrar a sinopse e depois dar a minha opinião sobre o livro em questão.
Vamos lá!
Livro: Rudamon – O Novo Herói
Autor: Demetrio Alexandre Guimarães
Editora: Livre Expressão
Categoria: Literatura Infanto-Juvenil/Literatura Nacional
ISBN: 8598213543
Páginas: 144
Lançado: 2008

SINOPSE:
No início dos tempos, um semideus, metade homem, metade escorpião, foi criado pelos deuses elementais para preparar a vinda da humanidade ao planeta Terra. O nome dele era Disebek. A criatura traiu o compromisso que assumiu com as forças do bem, aliando-se às trevas. A corte dos deuses puniu Disebek, aprisionando-o num gigantesco cubo de ouro,sob as areias do deserto egípcio.

A partir daí, começa um mistério… Numa época em que parte da humanidade está corrompida pelas forças do mal, e o mundo está ameaçado, Rá, o deus supremo, envia o seu eleito para salvar a humanidade Rudamon. O malvado deus Seth, que se aliou com a terrível serpente Apóphis, libertou o monstro do cubo e as cinco múmias dos criminosos mais perigosos do Antigo Egito, que jamais foi conhecido pela história. Rudamon terá que enfrentar a maldade humana e a sobrenatural. Deuses mitológicos conhecidos e desconhecidos; criminosos perigosos; super-vilões humanos e sobrenaturais; aliados e amigos, fazem parte da história deste novo super-herói cuja trama é cheia de mistérios, ação, aventura, romance e suspense.

Minha Opinião Particular:
Nesse espaço, diferentes das resenhas que tenho feito ultimamente, onde de fato recomendo vocês a lerem os livros, hoje não farei isso. Não quero dizer pra vocês nem que leia e nem que não leiam. Afinal de contas quem sou eu pra dizer isso?
O fato é que vou passar pra vocês a impressão que tive sobre esse livro e vocês tiram suas próprias conclusões.
A História em sim é bacana, é uma abordagem diferente sobre heróis e eu sou uma apaixonada por quadrinhos, então já viu. Apesar de eu ter achado o enredo da história com potencial pra ser um bom livro, achei que infelizmente o livro pecou em alguns detalhes, o que talvez, veja bem, talvez tenha desencadeado algumas criticas não muito boas. Detalhes estes tais como repetição de fatos e algumas, digamos, extravagâncias com relação aos poderes desse novo herói. Porém, a história é criativa, ousaria dizer até que é inovadora. É uma história que fala de um novo herói, com poderes diferentes dos que estamos acostumados nos quadrinhos e na TV, uma pessoa comum que ganha poderes e combate o mal. Vilões diferentes tanto na aparência quanto nos poderes. Se formos ver bem, é um livro curioso.
Bom pessoal essa é a impressão que tive do livro, não vou dizer que o livro é ruim, como vi muitos dizerem por aí, pois não acredito que os livros sejam ruins, acredito sim, que existem livros com enredos mais e menos atrativos, bem desenvolvidos e pouco desenvolvidos.
Cabe a cada um julgar o livro. Por isso, não vou dizer Leiam, mas também não vou dizer Não Leiam. Vendo a sinopse e a minha opinião, decidam por si mesmos se vale a pena ler.
Vou ressaltar aqui que esse livro tem projeto de filme previsto para 2015. Se quiserem conhecer um pouquinho mais desse livro polêmico, que tem dividido muitas opiniões, acessem podcast #7 da Revista Fantástica (aqui) onde o autor Demétrio conversou com a “Equipe Fantástica” sobre seu livro e sobre o filme. Vale a pena conferir.

Beijos galera!
Até a próxima!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Alba setembro 25, 2010

    Oi Pri,

    Também "li" o livro, entre aspas porque foi o único desde que abrimos parceria com escritores nacionais que abandonei no meio da leitura.
    E exatamente pelos motivos que você citou na resenha, faltou elaboração no enredo e houve um exagero e repetição de explicações…
    Falo isso aqui porque passei todas as minhas impressões para o próprio Demétrio por e-mail.

    Beijos,
    Alba

  • Núbia setembro 25, 2010

    Nossa Pri, é bem chata mesmo esse tipo de situação, mas gostei de como você fez a resenha frisando que é a sua opinião. Eu li a sinopse e confesso que mesmo antes de ler a sua opinião já não tinha me interessado muito pela história, eu gosto de literatura fantástica e muito mas o enredo não me convenceu.

  • Bruna Britti setembro 25, 2010

    To com ele aqui, mas se já não tinha vontade de ler, agora é menos ainda, kkk. Gostei da sua sinceridade, como eu falei no twitter, parabéns. 🙂

  • Taty Books setembro 26, 2010

    Adorei a sinceridade e vocÊ esta certa!

    Cabe cada um escolher, se você fosse apenas colocar uma resenha (que resaltaria SUA opinião sobre o livro) algumas pessoas poderiam deixar de ler ou ler. Mas você deu a sinopse e uma explicação sincera. Cabe cada um decidir.

    Se ganhasse o livro provavelmente leria e veria o que achei, mas não compraria.

    Beijooooos s2

  • Naniedias setembro 26, 2010

    Pri, eu gostei bastante da sinceridade. Isso é muito importante nos blogs… afinal de contas, muitos se baseiam nas opiniões dos blogueiros para comprar ou não o livro. Mas também achei muito interessante você ressaltar que não foi muito interessante para você, mas poderia ser para outra pessoa. Eu não sou muito fã de heróis fora dos quadrinhos >.< Pode parece estranho… de fato é.. Mas eu não gosto de livros, filmes, seriados de heróis… ^^ Por isso não me interessei pelo livro (e também porque a capa me lembra demais Yu-Gi-Oh… um quadrinho ótimo que virou um desenho horrível…).

  • Monique setembro 26, 2010

    Parabéns pela sinceridade, como sempre.
    Não é muito o tipo de leitura que me atrai, mas confesso que fiquei curiosa para ler e saber o porque de tantas opiniões contrárias à história.
    Provavelmente não compraria mas quem sabe…

  • waltertierno setembro 26, 2010

    Só um parêntese: Conselho de jornalista. Seria interessante deixar claro que esse projeto de filme para 2015 é uma ALEGAÇÃO do autor. Não há qualquer prova concreta de que exista. Não há declaração oficial de patrocinadores, não há divulgação de elenco ou direção ou mesmo de estudio. Oficialmente, não passa de uma ideia do autor.
    Quanto ao livro, não li e não lerei. Coisas bem mais interessantes na minha fila de leitura.

  • Juh Oliveto setembro 26, 2010

    Gostei da sua postura, Pri.
    Ser sincera nessas horas é a melhor coisa para ganhar/manter a credibilidade. OBRIGADA! 🙂

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

  • KaahCullen_ setembro 26, 2010

    goostei como vooc se portou Pri, é complicado fazer uma resenha com tantas criticas por ae neaah
    mas gostei como voc se portou , bjo
    =D

  • Jaci Macedo setembro 26, 2010

    Gostei da tua resenha. Deixou aberto para quem quiser ler o livro, independente da tua opinião. E como eu acho que todo tipo de leitura é válida, tudo pode ser possível.

    beijos.

  • Lara setembro 27, 2010

    Gostei da sinceridade…esse não é dos meus temas favoritos, mas me deu vontade de lê-lo para saber em que o livro peca. Parabéns pela resenha!

  • Priscilla Castilho setembro 28, 2010

    Não é meu estilo de livro e depois da sua resenha não vou ler msm rsrs

    Esse negócio de livro ruim é questão do gosto de cada um pq cada um tem seu gosto, eu posso gostar de um livro e vc não ou vice e versa.
    Por exemplo eu ODEIOOO os livros da Norah Roberts e geral AMA ela, e não leio por NADAA os livros dela.